Projeto Não ao Bullying da EMEF Professora Maria Borges Frota


NAS GRADES DA VIOLÊNCIA

 



Escrito por Professores da Escola CAIC às 10h17
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




RELEITURAS SOBRE A PAZ...

 

 A partir das imagens acima, os alunos apontaram algumas questões e debateram a respeito  dessa " Paz que não Aparece".

Algumas turmas elaboraram textos coletivos e músicas:

Rap feito pelos alunos da turma 65.



Escrito por Professores da Escola CAIC às 22h06
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Atividade: "Dia Internacional da Paz"

21 DE SETEMBRO, DIA INTERNACIONAL DA PAZ

 

ENTÃO VIRÁ A PAZ

 

Se crês que o sorriso tem mais força que as armas,

Se crês no poder de uma mão aberta, se crês que o que une os homens é mais que o que os separa,

Se crês que o fato de ser diferente é uma riqueza e não um perigo,

Então, virá a paz!

 

Se sabes olhar o outro com um pouco de amor,

Se preferes a esperança à suspeita,

Se pensas que quem tem que dar o primeiro passo, no lugar do outro, és tu,

Se o choro de um bebê é ainda capaz de estremecer-te,

Então, virá a paz!

 

Se podes sentir alegria com o êxito de teu vizinho,

Se crês que o perdão pode mais que a vingança,

Se és capaz de dar teu tempo gratuitamente por amor,

Se, para ti, o outro é sobretudo um irmão,

Então, virá a paz!

 

Se sabes aceitar as críticas,

Se resistes a colocar a culpa de tudo nos demais,

Se preferes que te façam dano antes de fazê-lo,

Se rechaças a idéia de que és indispensável,

Então, virá a paz!

 

(poema retirado da obra: Fenômeno Bullying: como prevenir a violência nas escolas e educar para a paz, de Cleo Fante, p.128)

 

DISTRIBUIÇÃO DE ABRAÇOS NA CAMPANHA PELA PAZ...

 

Abraço da Paz: Colegas e Professpres iniciaram o Turno com um mútuo abraço.



Escrito por Professores da Escola CAIC às 11h24
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




ATIVIDADES DESENVOLVIDAS

 

 
MÊS
VALOR
ATIVIDADES DESENVOLVIDAS
Março
Respeito
Cada aluno recebeu frases para comentar e exemplificar com o intuito de repensar e retomar suas atitudes e perceber que pequenas atitudes fazem a diferença.
Abril
Responsabilidade
Cada turma recebeu um kit com quebra-cabeças de corações para serem compostos em grupo, reconhecendo, assim, que temos necessidades dos outros. O texto “Cavaleiro do amor”, de Sílvia Schimidt, foi lido e discutido no momento.
Maio
Liberdade
A partir do texto: “Aquilo” de Ricardo Azevedo, os alunos o representaram por imagens ou palavras o que entenderam e como transformar “aquilo” para o que vivem no dia-a-dia.
Junho
Solidariedade
Foi proposto que cada turma determinasse uma ação que refletisse sobre um ponto crítico do bairro, de forma que, foram feitas doações de alimentos e vestuários, visitas às famílias, divulgação de campanhas, abaixo-assinados reivindicando melhorias...
Julho
Amizade
Aos alunos foi feita a leitura do texto: “Problemas do mundo” e, reunidos por turma com seu conselheiro, registraram em uma “Ata de compromisso” o que cada um pode fazer para consertar espaços e condutas inadequadas na escola.
Agosto
Paz
Divulgação do projeto “Cultive a paz... Diga não ao Bullying”, por meio de oficina com os pais (parceria com a SMED), construção de cartilha informativa. Teatro " A Branca de  Neve e os sete anões"
Setembro
Justiça

As turmas escolhem atividades, dinâmicas, músicas, poesias, referentes ao tema,  para presentear uma outra turma da escola.

Outubro
União

 Exposição de trabalhos coletivos na Multifeira ( UCS )

Novembro
Honestidade

 Oração - Dia de Ação de Graças

Dezembro
Felicidade

 Semana de jogos, exposição " Alegria: Cor, Arte e Poesia".

 



Escrito por Professores da Escola CAIC às 11h06
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




mutirão por Bento- divulgação do projeto "Cultive a paz... diga não ao Bullying"

A BRANCA DE NEVE E OS SETE ANÕES

Branca de Neve e os Sete Anões é um clássico da Literatura Infantil que encanta pela riqueza dos personagens e pelas emoções que desperta em quem ouve a vaidosa madrasta disposta a tudo para conatinuar a mais bela, a fala meiga e doce da boa Branca de Neve e ainda, a simpliciade e inocência dos Sete Anões.

A história chama atenção ainda, pela relação que podemos fazer com o que acontece hoje e há algum tempo na escola: a segregação pela ddiferença. A mesma diferença que aparece com encanto na história, marcando singularmente cada anão e cada personagem e dando nome ao Atchim, o mais doentinho, alérgico, coitado!  - ao Zangado, o mais brabo, ao Dengoso, o mais tímido e envergonhado, ao Soneca, o mais dorminhoco, ao feliz, o mais alegre, ao Mestre, o mais esperto e inteligente e ao Dunga, o que não fala, aparece na sala de aula como motivo para a prática de um tipo de violência conhecida como Bullying. E muitas crianças, porque são mais quietas, mais pobres, mais estudiosas, mais falantes, ou porque usam óculos ou porque têm alguma diferença física, sofrem com apelidos inconvenientes, perseguições, gozações que constrangem e à semelhança dos anões do conto "A Branca de Neve" são isolados dentro do espaço escolar a que também têm direito.

A apresentação desta peça de teatro teve o intento de fazer-nos pensar neste contexto e nesta realidade que se instala na escola e diz respeito a todos enquanto pais, professores, funcionários e alunos.

MOMENTOS DO PROJETO:

 

 

 



Escrito por Professores da Escola CAIC às 11h25
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




"AQUI COMBATEMOS O BULLYING"!

 



Escrito por Professores da Escola CAIC às 22h42
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




CULTIVE A PAZ...

 

DIGA NÃO AO BULLYING!



Escrito por Professores da Escola CAIC às 22h35
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




POEMA DA PAZ

 

Madre Tereza de Calcutá

 

O dia mais belo? Hoje.

A distração mais bela? O trabalho.

Os melhores professores? As crianças.

A primeira necessidade? Comunicar-se.

O que mais lhe faz feliz? Ser útil aos demais..

O presente mais belo? O perdão.

A rota mais rápida? O caminho certo.

A sensação mais agradável? A paz interior.

A proteção efetiva? O sorriso.

O melhor remédio? O otimismo.

A maior satisfação? O dever cumprido.

A força mais potente do mundo? A fé.

As pessoas mais necessárias? Os pais.

A mais bela de todas as coisas? O amor.



Escrito por Professores da Escola CAIC às 22h34
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




 

O que a Escola Maria Borges Frota está fazendo para combater o Bullying?

 

 

* Oportunizando momentos de reflexão para alunos, professores, funcionários e pais.

 

* Reunindo grupos de alunos com a Supervisão e Orientação Escolar para discutir o assunto a partir de músicas, notícias, textos, filmes.

 

* Aderindo à ONG IAEJUS (Iniciativa por um Ambiente Escolar Justo e Solidário) que nos oferece subsídios para  discussão.

 

* Mobilizando os alunos em torno de propostas de leitura e teatro.

 

 



Escrito por Professores da Escola CAIC às 22h20
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




 

Coordenação do Projeto na EMEF Professora Maria Borges Frota

 

Fabiana Tasca Perin / Maria do Carmo Toniolo

Equipe Diretiva/2008

  

 

Grupo de Trabalho

 

Pais, professores, alunos, direção e funcionários.

 

 

Objetivo do Projeto Diga Não ao Bullying

 

 Envolver a comunidade escolar no diagnóstico e na implantação de ações de redução do comportamento agressivo, intimidante e discriminatório, causador desequilíbrio na relação de poder entre estudantes, a fim de atender ao direito de toda criança e adolescente desenvolverem-se em um ambiente seguro e salutar, promovendo a cultura da paz, o respeito à dignidade humana e a valorização das diferenças.

 

 

Para saber mais sobre o Fenômeno Bullying

 

!  Leia os livros: “As crianças aprendem o que vivenciam” de Dorothy Laio Nolte e Rachel Harris; “Diga não ao Bullying” de A. A. Lopes Neto e “E se fosse com você” de Sandra Saruê.

!   Veja os filmes “Bang-bang, você morreu!” e Escritores da Liberdade



Escrito por Professores da Escola CAIC às 22h15
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




PROJETO ANTI BULLYING

 

O termo BULLYING compreende todas as formas de atitudes agressivas, intencionais e repetidas, que ocorrem sem motivação evidente, adotadas por um ou mais estudantes contra outro(s), causando dor e angústia, e executadas dentro de uma relação desigual de poder. Portanto, os atos repetidos entre iguais (estudantes) e o desequilíbrio de poder são as características essenciais, que tornam possível a intimidação da vítima.

 

 

Por não existir uma palavra na língua portuguesa capaz de expressar todas as situações de BULLYING possíveis, o quadro, a seguir, relaciona algumas ações que podem estar presentes:

Colocar apelidos
Ofender
Zoar
Gozar
Encarnar
Sacanear
Humilhar

Fazer sofrer
Discriminar
Excluir
Isolar
Ignorar
Intimidar
Perseguir
Assediar
Aterrorizar
Amedrontar
Tiranizar
Dominar

 

 

 

 

 

 



Agredir
Bater
Chutar
Empurrar
Ferir
Roubar
Quebrar pertences


Escrito por Professores da Escola CAIC às 23h54
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]


[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]


 
Histórico
Outros sites
  Não ao Bullying
  Infância
  Pesquisa
  Turma 82
Votação
  Dê uma nota para meu blog